terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Quem Está Batendo À Porta?

Quem Está Batendo À Porta?

"E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu
coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.
Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo,
semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo"
(Mateus 22:37-39).


Um líder religioso teve um sonho espantoso. Ele sonhou que
subiu uma escada que ligava a Terra ao céu. Com grande
excitação ele bateu na porta. Alguém atendeu e perguntou:
"Quem está batendo?" Orgulhosamente o homem disse bem alto o
seu nome. "Quem está com Você?" perguntou a voz por trás do
portão. "Ninguém", respondeu o homem, "eu estou só."
"Desculpe", disse o anjo, "mas, nós somos instruídos a nunca
abrir estes portões para pessoas desacompanhadas".
Desapontado e de cabeça baixa , ele voltou para a terra.


Muitos de nós caminhamos neste mundo da mesma forma que o
homem de nossa ilustração. Estamos sempre sozinhos, porque o
orgulho e a vaidade não nos permitem estar ao lado de
ninguém. Pensamos apenas em nós mesmos e tudo o que fazemos
tem sempre o propósito de um benefício pessoal. O que
importa somos nós; quem deve ganhar alguma coisa somos nós;
quem deve crescer ou ser promovido somos nós; ninguém tem o
nosso valor. Vivemos exclusivamente para alimentar o nosso
ego e nada mais nos interessa.


Se não temos o Senhor conosco, como poderemos entrar pelos
portões da cidade celestial? Se não estendemos as mãos aos
irmãos, se não unimos nossas mãos e corações, que poderemos
dizer ao chegar diante de Deus? Se nos apresentarmos
sozinhos, que testemunho teremos a mostrar ao Rei dos reis e
Senhor dos senhores?


Aprendemos nas Sagradas Escrituras que devemos amar a Deus e
ao próximo. Como então poderemos estar sós sem que estejamos
fora dos propósitos do Senhor? Eu não quero estar só. Quero
estar com o meu Deus; quero estar com meus irmãos; quero
estar com os perdidos falando do amor de Cristo; quero estar
rodeado de uma multidão, iluminando o local por onde passo.


É claro que nossa historia é apenas uma ilustração, porém,
se algum dia eu tivesse que bater às portas do céu, gostaria
de responder àquela pergunta com as palavras: "Estou com
todos aqueles que me confiaste e que me deste a oportunidade
de compartilhar do amor de meu amado Senhor".
Paulo Roberto Barbosa.

Nenhum comentário: